Case study | Casa Maior Porto – Residência Inteligente. Situada no coração da cidade Invicta, a Casa Maior Porto é uma residência geriátrica de referência no sector sénior. Uma residência que se enquadra entre um ambiente hoteleiro urbano e os cuidados de saúde sénior. A Casa Maior Porto dispõe de um espaço com 5 pisos, e possui 24 quartos. A mobilidade é fundamental para uma melhor comunicação. Por conseguinte, aumenta a rentabilidade da equipa prestadora de cuidados. E igualmente, amplia a capacidade de resposta às necessidades dos seus utentes.

Necessidades:

  • recepção dos pedidos de chamada de enfermeira em qualquer ponto do edifício, devido ao facto de existirem vários pisos;
  • registo em software dos pedidos de auxílio/alertas e das rondas nocturnas efectuadas;
  • comunicação de voz entre os cuidadores em todo o edifico;
  • disponibilidade de comunicação telefónica aos utentes nos quartos e salas, sem recorrer à instalação de um telefone fixo;
  • atendimento telefónico de excelência;
  • redução de custos de comunicações;
  • acesso à internet em todo o edifício;
  • controlo da porta da rua a partir de qualquer local do edifício.

Solução:

  • integração do sistema de chamada de enfermeira com a rede telefónica;
  • implementação de um sistema telefónico DECT/IP, sem fios, com cobertura de sinal em todo o edifício;
  • uso da tecnologia SIP Trunk para reduzir custos de comunicações;
  • implementação de uma rede WiFi com distribuição de sinal em todo o edifício, com separação de redes (trabalho, convidados) para uso dos funcionários, utentes e visitantes;
  • instalação de um videoporteiro IP SIP, que permite o atendimento a partir de qualquer telefone (fixo ou sem fios).

Resultados:

  • maior rapidez na resposta aos pedidos de auxílio dos utentes;
  • garantia de resposta a todos os pedidos de chamada de enfermeira;
  • fornecimento de elementos métricos a quem gere;
  • maior eficácia da resposta da equipa de cuidadores;
  • facilidade de comunicação entre funcionários;
  • disponibilidade de comunicação aos utentes nos quartos;
  • atendimento telefónico eficaz e sem chamadas perdidas;
  • baixos custos de comunicações mensais;
  • acesso ao serviço de internet em todo o edifício;
  • visitantes e fornecedores aguardam pouco tempo quando batem à porta.

Integração de sistemas

A solução passou pela integração do sistema de chamada de enfermeira, com a rede informática, com o equipamento telefónico e o videoporteiro. Para isso a escolha dos equipamentos utilizados foi fundamental para garantir um funcionamento irrepreensível.

Chamada de enfermeira

O sistema de chamada de enfermeira inicialmente instalado dispunha apenas de um tradicional “Quadro de Alvos” ao nível do piso de serviços, no rés-do-chão. Esta solução demonstrou ser ineficaz. Uma vez que nas zonas dos quartos não existia qualquer forma de alertar os cuidadores, excepto um sinalizador luminoso colocado obrigatoriamente à porta dos mesmos. Este quadro de alvos foi substituído pelo sistema de chamada de enfermeira NUCA nurse call®.  Não só efectua o registo informático de todos os pedidos feitos pelos utentes, como emite uma chamada telefónica para o telefone sem fios do cuidador. Ao mesmo tempo a chamada dá a informação do número do quarto e da cama/WC.

Com a integração da rede informática é possível registar o serviço de rondas. Ou seja, sempre que é efectuada uma ronda o cuidador marca a sua entrada e saída do quarto.

O sistema de chamada de enfermeira dispõe de pêras de chamada com um design ergonómico. Estas são fabricadas com materiais resistentes (cabo blindado para facilitar a higienização). Com ligação standard em jack 6,35mm em forma de “L”, dificulta a sua remoção, e com uma pinça de fixação à roupa de cama para uma fácil localização e manuseamento. As pêras com 3m de comprimento permitem, igualmente, funcionar a partir de um cadeirão colocado ao lado da cama.  Utilizando um conetor de ligação standard possibilita ser facilmente substituído por um outro tipo de transdutor (por exemplo, pêra de chamada pneumática ou de sopro, sensor de movimento, etc.). Assim, garante uma utilização simples e uma fácil adaptação do transdutor aos utentes.

Rede de dados

O uso de switch´s com PoE (Power over Ethernet) foi necessário para a alimentação eléctrica sobre a tomada de rede dos Acess Point WiFi, telefones IP, antenas Dect/IP e videoporteiro IP SIP.

Foi implementada uma rede WiFi, com gestão centralizada para a atualização automática dos equipamentos e detecção de anomalias. Desta forma, garante a cobertura total do sinal no interior de todo o edifício. Por questões de segurança e conforto foram separadas as redes de trabalho e de convidados.

Sistema telefónico IP

A mobilidade é a chave do sucesso desta implementação. Pois a existência de vários pisos dificultava a capacidade de comunicar. Nesse sentido, foi instalada uma solução de comunicações de voz sem fios. Baseada na tecnologia Dect/IP, permite a cobertura total em todo o edifício. Com efeito, os cuidadores passaram a estar permanentemente contactáveis. Do mesmo modo, passou a ser possível levar um telefone sem fios aos utentes para que estes possam falar com a família e os amigos quer no interior do seu quarto, quer em qualquer outro local do edifício.

O uso de telefones sem fios permite receber todos os pedidos de chamada de auxílio efetuados pelos utentes. Através de uma chamada telefónica automática, que reproduz uma mensagem de voz com a indicação do número do quarto e da cama/WC.

Para além do sistema automático de chamadas, o bom atendimento telefónico também é garantido pela rede Dect/IP. Caso não esteja nenhum funcionário disponível na recepção, as chamadas poderão ser atendidas nos telefones portáteis.

Os custos das comunicações são uma preocupação para quem gere. Posto isto, a Casa Maior optou pela implementação de um serviço telefónico SIP Trunk. Com custos mais baixos do que o velho RDIS, trabalha em cima da fibra óptica em vez das ligações tradicionais de cobre, reduzindo a probabilidade de avarias.

O baixo custo do serviço telefónico SIP Trunk, associado ao uso de telefones sem fios Dect, eliminam a necessidade do uso paralelo de telemóveis.

Videoporteiro

Um dos elementos de insatisfação dos familiares e visitantes de uma residência sénior é o tempo de espera quando tocam à porta. Com o propósito de garantir a redução do tempo de espera, foi instalado um videoporteiro integrado com o sistema. Assim, a chamada pode ser atendida em um ou mais telefones, e em qualquer zona do edifício. Ademais, a porta pode ser comandada a partir de qualquer um dos telefones.

Resultado final

O resultado final da integração dos diversos sistemas de comunicação e automação é bastante satisfatório. Visto que se verificou um aumento claro da eficácia e da produtividade da equipa prestadora de cuidados. Ao mesmo tempo, um enorme conforto e satisfação por parte dos utentes.

A Casa Maior – Residências Geriátricas posicionou-se na linha da frente em termos tecnológicos, com o intuito de melhorar os serviços prestados aos seus utentes. Ousou em fazer diferente. Ousou em pensar “fora da caixa”.

A elaboração do Case study | Casa Maior Porto – Residência Inteligente permite antever o futuro das Residências Seniores.

A BCoTech apresenta um enorme agradecimento à Casa Maior | Residências Geriátricas pela confiança e disponibilidade. O Case study | Casa Maior Porto – Residência Inteligente – foi possível graças à relação de parceria que mantemos com os nossos Clientes.

NUCA nurse call® by BCoTech sistemas avançados de chamada de enfermeira ao seu lado no presente e no futuro. Juntos somos mais fortes.

Nota: este texto não foi escrito ao abrigo do Novo Acordo Ortográfico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *